terça-feira, 30 de julho de 2013

Entrevista: Robert Picardo (1ª parte)



Olá pessoal! Estamos inaugurando hoje a mais nova atração do SEÇÃO 31

Além de nossos dois podcasts (o SEÇÃO 31, e o SEÇÃO 31 INTERCOM), a partir de agora traremos  regularmente notícias, artigos, entrevistas e tudo o mais que for relacionado a Star Trek.

Para começar, trouxemos uma esclarecedora entrevista com o grande Robert Picardo


O ator, mais conhecido como o Doutor Holográfico da USS Voyager, o carismático EMH (Emergency Medical Hologram) - concedeu recentemente uma entrevista exclusiva ao site TrekCore.com durante intervalos de seus ensaios para a peça "The Sunshine Boys", que começou a temporada no dia 21 deste mês.

Ele falou sobre os últimos papéis, projetos futuros e o vindouro vigésimo aniversário de Star Trek: Voyager (Sim, estamos ficando velhos!).

Boa leitura e... ENGAGE!


Entrevistado por Aaron Nadler .

TrekCore: A primeira introdução de Star Trek: Voyager veio antes mesmo da UPN entrar no ar, com o especial por trás das cenas, em que você apareceu como apresentador.

Robert Picardo: Certo.

TrekCore: Como você se envolveu com isso? Foi só porque você tinha pouco a ver com o piloto, em comparação com todos os outros?

Robert Picardo: Esse pode ter sido o caso... Por alguma razão, o homem que produziu esse material para a Warner Brothers - um cara chamado Don Beck - gostava de mim e pensou que eu seria um bom anfitrião para isso. Não sei bem porque ele me pediu, mas eu acabei gostando muito, foi divertido.

Pode ter sido porque tive uma agenda mais leve no piloto também, mas ele me pediu para fazê-lo e eu fiquei amigo dele - e ainda sou seu amigo, só não o vejo a algum tempo. Sim, foi divertido de fazer.

TrekCore: Qual é o seu envolvimento com o novo fan film sendo produzido, Star Trek: Renegades? Certamente parece ter tido bastante interesse das pessoas, pois levantou um quarto de milhão de dólares no Kickstarter!

Robert Picardo: Discuti a noção com eles, lancei uma idéia para o que eu gostaria de fazer. Eu pretendo fazer parte disso, mas sua programação para as filmagens mudou, então vai acontecer por uma questão de agendamento. Agora, eles estão planejando para o início de outubro.

TrekCore: Para as filmagens?

Robert Picardo: Sim. Então espero fazê-lo, mas eu sei que eu também tenho um conflito de agenda em outubro, então não tenho certeza se vai dar certo, mas eu espero que sim. Eu não iria interpretar O Doutor, mas o Doutor Zimmerman, seu programador. É um bom roteiro e Tim [Russ] está dirigindo, e espero que dê certo. Eu estou torcendo pra fazê-lo.

TrekCore: Agora esta pergunta pode parecer estranha, eu admito. Ao longo dos últimos anos, vários membros do elenco de Voyager, e alguns membros da equipe de produção e escritores, afirmaram em entrevistas diferentes que eles viram - talvez em retrospectiva - alguns tropeços, ou o que consideram ser falhas com a série: determinados personagens sendo postos de lado, a falta de continuidade entre as histórias, esse tipo de coisa.
Houve até uma entrevista onde alguém foi citado como dizendo que alguns dos atores interpretando papéis 'humanos' foram orientados a tentar permanecerem tão insensíveis quanto possível para tornar os aliens e não-humanos parecerem mais fantásticos ou mais "reais". Algo assim já foi evidente para você, enquanto você estava trabalhando na série?

Robert Picardo: Alguns dos atores do elenco disseram isso?

TrekCore: Sim. Um desses foi de uma entrevista ao site oficial de um ou dois anos atrás.

Robert Picardo: E isso era evidente para mim?

TrekCore: Bem, como um membro do grupo. Eu conheço algumas pessoas... Obviamente, acho eu, O Doutor foi razoavelmente bem servido como um personagem.

Robert Picardo: Você sabe, eu acho que a maioria do elenco concorda que o médico tinha o melhor arco de personagem, porque ele começou com nada. Ele começou como uma folha em branco. Além disso, não tinha que obedecer as regras do programa, como da Frota Estelar, então isso me deu um pouco mais de liberdade e diversão.




O EMH sendo "uma folha em branco", permitiu significativo
desenvolvimento do personagem ao longo das temporadas da série.

Só acho que quando você interpreta um oficial da Frota Estelar, você tem que se ver no contexto de Star Trek, com um certo tipo de comportamento que você tem que adotar. 

TrekCore: Um estilo mais militar.

Robert Picardo: Sim. Acho que isso faz parte do jogo. Faz parte da situação. Não me lembro... Lembro-me que havia uma certa preocupação com Janeway como o primeiro capitão feminino, que ela não mostrasse muita emoção. Sempre há uma associação com uma mulher chorando, que pode ser, você sabe, fraco ou algo assim. Assim, de fato me lembro de alguma discussão onde Kate [Mulgrew] sentiu que estavam pedindo pra ela, você sabe, manter seu espectro emocional meio escondido, porque eles sentiram que era mais como um capitão seria.

Essa era a ironia. Lançaram uma mulher como Capitão, e então eles basicamente queriam que ela agisse como um homem, na maioria das vezes, o que eu achava que era... Quer dizer, eu entendi que a Kate às vezes... Kate explicaria que ela se sentiu um pouco restringida. No momento, fora isso, realmente não sei.

TrekCore: Bem, todo mundo vai ter a sua própria perspectiva sobre as coisas.

Robert Picardo: Sou provocado por Garrett [Wang] às vezes, porque ele acha que os escritores... Eu sempre gostei de escritores, e fiz sugestões. É difícil escrever vinte e cinco episódios por ano.

Fiz algumas sugestões que eles gostaram e usaram, e algumas que eles não gostaram e não usaram. Acho que é realmente uma questão de, quero dizer...escritores como atores que fazem contribuições construtivas, dizendo "Que tal isso? O que acha?". O tipo de atores que eles não gostam é quando você joga o script contra a parede e diz, "este script é um pedaço de cocô!". Eles não são fãs desse tipo de coisa. Mas se você diz, "que tal X, Y ou Z?" eles podem não gostar de "Y" ou "Z", mas eles podem gostar de "X".


Continua...



Amanhã publicaremos a segunda parte da entrevista.

E acompanhe regularmente as notícias trekkers aqui no SEÇÃO 31!

Qapla'!






Por Waldomiro Vitorino

Você já tá seguindo o SEÇÃO 31 no Twitter, Facebook e Google+?! Tá esperando o quê?

2 comentários :

  1. Parabéns pelo trabalho. Star Trek vai dominar o Brasil! rsrsrs VLP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, USSOrbiter! A luta continua! rsrs

      Excluir